Se deseja ver a primeira parte, clique aqui.
Se deseja pular para o nosso editorial, clique aqui.

Agora, vamos a falar das miscelâneas — bumpers de intervalo, estilos de promos e outros. Assim como nos idents, também são os blocos do logotipo a atração principal; entretanto, aqui eles são mais notáveis. A esses miscelâneos acontece o mesmo que nos idents: sem logo. Mas numa análise profissional, a paleta de cores escolhida é mais escura. Os break bumpers e stings, animações de 1 ou 2s exibidas nas tandas, trazem a vivacidade cromática de volta. A parte do grafismo mais bonita foi a dos menus de programação. Os blocos empilhados dão um ar doméstico — em outras palavras, lembram peças de Lego. Também é assim nos ECPs. EDITORIAL

É notável que todos já estavam cansados de ver a mesma concepção visual por 10 anos e 9 meses, tempo de duração desses idents. Já chegamos a falar que muitos queriam ver algo novo. Entretanto, não esperávamos qu'o Channel 4 fosse chegar tão longe.
Os idents de 2004 trouxeram uma onda de criatividade, não só no Reino Unido, como em todo o mundo. Existem inúmeras versões amadoras deles.
Mas os idents de 2015 são notadamente estranhos e nós sentimos muita falta das perspectivas do '4' e do logo em si.
Apesar de um ident da coleção anterior ter sido forçado a uma substituição, as novas vinhetas serão mais controversas qu'os sprays da BBC Two (2007-2009).
Esperamos que não se cumpra essa estimativa, mas que novos idents substituam com urgência estes quatro horríveis qu'andamos a ver. Por agora, as miscelâneas podem até ficar, mas eles têm que sair o quanto antes.